Programa Eleitoral

CASA DO CONCELHO DO SABUGAL

PROGRAMA ELEITORAL


INTRODUÇÃO

A Casa do Concelho do Sabugal, em Lisboa, foi fundada há 43 anos (13 de Fevereiro de 1975), tendo como objetivo central prosseguir a valorização económica, social e cultural do Concelho do Sabugal.

Nos termos dos Estatutos publicados em Diário do Governo de 20 de Maio de 1975, a casa do Concelho tem como fins:

a) Promover o estudo dos recursos naturais, com vista a fomentar o desenvolvimento económico, social e cultural da região;

  1. b) Defender e valorizar o património histórico-monumental e artístico do concelho;
  2. c) Patrocinar realizações de caráter cultural, artístico e recreativo, concorrendo, assim, para uma maior formação dos sócios e habitantes da região;
  3. d) Solicitar a colaboração dos organismos oficiais, no sentido de fazer acelerar e executar os fins da associação;
  4. e) Prestar toda a cooperação às iniciativas que visem o desenvolvimento do concelho;
  5. f) Fomentar a solidariedade de todos os sócios e habitantes da região e concorrer para a sua maior formação, designadamente através da aproximação das associações locais.

Pese embora alguns momentos menos felizes da sua história, têm sido estes os objetivos que a Casa tem tentado prosseguir e são exatamente estes fins que norteiam a nossa candidatura.

Uma candidatura de mulheres e homens sabugalenses de nascimento e de coração que voltam a colocar a Casa como um local de encontro de todos os sabugalenses e amigos, sócios ou não, mas que, também e sobretudo, querem afirmar a Casa enquanto embaixada do Concelho do Sabugal em Lisboa.

Para isso pretendemos estabelecer com o Município do Sabugal, empresários e os outros agentes, parcerias fortes e eficazes, que permitam transformar a Casa do Concelho do Sabugal num importante pólo de promoção e divulgação da nossa cultura/economia raiana e beirã.

Assim,

PROPOMOS:

  1. Modernizar a Casa do Concelho do Sabugal de forma a torná-la num local agradável de confraternização e bem-estar, mas também dotando-a dos meios que lhe permitam exercer de forma eficaz o seu papel de embaixadora do Concelho do Sabugal em Lisboa, e de instrumento ao serviço do desenvolvimento do Concelho.

 

  1. Melhorar o apoio aos sócios, nomeadamente:
  • Criar um Gabinete de Aconselhamento Jurídico aos associados;
  • Manter um Balcão Virtual, em cooperação com a Viúva Monteiro & Irmão, de aquisição de passagens Lisboa-Sabugal-Lisboa;
  • Apoiar os associados que o pretendam na resolução on-line de assuntos legais – entrega de declarações de impostos; renovação do Cartão de Cidadão e da carta de condução, etc.
  • Criar, em cooperação com o Município do Sabugal, uma extensão do Balcão Único Municipal.
  • Estabelecer com entidades comerciais e outras, sistemas de descontos aos portadores de cartão de sócio.
  • Dinamizar o sítio da CCS na internet e a página do facebook, criando igualmente páginas nas restantes redes sociais.
  • Criar um boletim informativo mensal eletrónico e estudar a viabilidade da sua publicação em papel.
  • Criar um ficheiro eletrónico atualizado de associados.

 

  1. Dinamizar a Casa do Concelho do Sabugal:
  • Concretizar a iniciativa “CAFÉS RAIANOS”, ponto de encontro de sabugalenses e amigos para, convivendo, partilhar ideias e propostas para a Casa e para o Concelho.
  • Concretizar a iniciativa “CULTURAS RAIANAS”, de divulgação das diferentes áreas culturais produzidas por sabugalenses.
  • Recriar a iniciativa “ENCONTROS GASTRONÓMICOS RAIANOS”.
  • Recuperar a ideia do torneio inter aldeias de futebol de salão.
  • Organizar torneios de jogos de sala – cartas, dominó, xadrez, etc.

 

  1. Colocar a Casa do Concelho do Sabugal ao serviço do Concelho:
  • Estabelecer um protocolo de cooperação com o Município do Sabugal visando transformar a Casa na verdadeira embaixada do Concelho em Lisboa, o que passa por:
  • Criação e manutenção em funcionamento permanente de uma “loja gourmet”, a funcionar na sede da Casa em Lisboa, comercializando produtos tradicionais do Concelho, nomeadamente: enchidos, queijos, doces e compotas, vinhos, etc;
  • Criação de um espaço de divulgação da gastronomia tradicional sabugalense;
  • Criação e manutenção em funcionamento de um ponto de venda de publicações (livros, imprensa, filmes, etc.), cuja temática se centre na história e vida do Concelho, ou cujos autores tenham ligação ao Concelho;
  • Realização de uma Capeia Raiana na região de Lisboa com periodicidade anual;
  • Criação e manutenção em funcionamento de uma extensão dos serviços de turismo municipal, a funcionar na sede da Casa do Concelho em Lisboa;
  • Criação e manutenção de uma base de dados da diáspora sabugalense, potenciadora de ações de “lobbying” pró-Sabugal;
  • Realização de espetáculos envolvendo artistas e grupos existentes no Concelho.
  • Congregar os grupos formais e informais de naturais do Concelho existentes na zona de Lisboa, num processo de consolidação/integração de atividades visando o desenvolvimento do Concelho.
  • Aprofundar as relações com as coletividades culturais, desportivas e recreativas existentes no Concelho.
  • Promover visitas coletivas ao Concelho de empresários sabugalenses ou não, no sentido de os motivar para potenciais investimentos.
  • Colaborar com o Município, empresas e outras entidades locais públicas e privadas para representar o Concelho em Feiras e outros certames de forma a tornar conhecidas as potencialidades turísticas, gastronómicas da região, mas também de fomento do investimento empresarial no Concelho.
  • Apoiar o contacto entre os emigrantes sabugalenses a residir na zona de Lisboa e os seus familiares residentes no Concelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *